sexta-feira, 31 de maio de 2013

AS APARÊNCIAS ENGANAM!


"Porém o SENHOR disse a Samuel: 
Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, 
porque o tenho rejeitado; porque o SENHOR não vê como vê o homem, 
pois o homem vê o que está diante dos olhos, 
porém o SENHOR olha para o coração." 
1 Samuel 16:7

Quantas pessoas lutam para manter as aparências, vivendo uma vida de falsidade, de mentira, 
às vezes até em pecado, tentando se esconder até mesmo da sua própria família,
 e tudo muitas vezes por orgulho, ou quem sabe medo de se expor,
porque se preocupam demais com a opinião das outras pessoas !!!
 Ninguém mais quer ser como é, todos querem ser como os outros são !!! 
A palavra do Senhor nos lembra que a virtude do homem está em seu interior, no seu coração. Davi era um homem segundo o coração de Deus, 
não porque ele era bom, ou porque era perfeito,
mas porque ele tinha um coração quebrantado e arrependido na presença do Senhor, 
mas ele também era um pecador assim como nós, 
porém ele sabia reconhecer sua total dependência diante de Deus, 
e preocupava-se mais com a opinião do Senhor do que todas as outras.



Oração

 Senhor Deus, eu peço perdão a Ti pelo meu orgulho, pela vergonha, 
pelo medo e pela idolatria de dar mais importância
 à opinião das pessoas do que à Sua. 
Ajuda-me a ter compromisso com o Senhor, 
reconhecendo que as minhas características 
físicas e o meu modo de agir, 
por mais que aos meus olhos sejam agradáveis ou não, 
aos olhos do Senhor são virtudes insignificantes 
se comparadas às atitudes do meu coração. 
Eu lhe agradeço porque eu entendo que o amor do Senhor por mim, não muda, 
Jesus já pagou o alto preço lá na cruz, fui alcançado pela Sua graça e 
não há nada que eu tenha que fazer para conquistar esse amor, 
Eu oro em nome de Jesus.
 Amém.
x_3cebcff8

domingo, 26 de maio de 2013

A ORAÇÃO DO PAI NOSSO E SEUS SEGREDOS

Jesus se preocupou em orientar seus discípulos a respeito do significado da oração.
Mateus 6. 9-13

 O Pai Nosso é uma oração modelo que contém todos os ingredientes necessários a uma verdadeira comunhão com Deus. O "espírito da oração" está no Pai Nosso, pois trata-se de uma oração que ilustra o caminho pelo qual nos aproximamos de Deus, em contraste com as orações dos que servem aos ídolos ou a outros deuses.

A oração começa com a expressão "Pai Nosso". O Deus verdadeiro é considerado como pai amoroso que quer o melhor para seus filhos. Deus é um "papai" que está nos céus, e isso  nos coloca  em uma situação privilegiada. Indica que Ele tudo pode, tudo vê, e tudo sabe. Torna-se fácil pedir alguma coisa a nosso Pai,pois Ele nos ama, nos quer bem e pode nos conceder o que pedimos, porque é o dono de tudo.

Seguem-se sete petições de caráter geral, que mostram o cuidado com a vida integral do indivíduo. Essas petições demonstram também uma entrega e uma co-participação nos desígnios de Deus. Oração é também responsabilidade. 
Se pedimos alguma coisa a Deus, temos de nos envolver em Ele.

1. Santificado seja o Teu nome.
Quer dizer, o caráter puro e santo de Deus deve ser 
reconhecido e respeitado por nós. 
Se Deus é nosso Pai e é Santo, 
então devemos pautar nossa existência com uma vida de pureza e santidade.
 O primeiro segredo para obter vitórias através da oração é 
buscar seguir uma vida pura, limpa e digna do caráter de Deus.

2. Venha o Teu Reino.
O Reino de Deus é o Seu domínio sobre os homens. Deus deve reinar em nossa vida, 
em nossa casa e em nossa sociedade. 
É a oposição com o reino das trevas. Deus é o nosso guia, e só Ele. 
É Ele quem dita as ordens para nós. 
Devemos viver sob Seu domínio. 
O segundo segredo para a oração vitoriosa é não viver sob domínio espiritual
 de mais ninguém que não seja Deus. 
É importante frisar que o único intermediário ou mediador
 entre Deus e os homens é Jesus Cristo.

3. Seja feita a Tua vontade.
Assim como a vontade de Deus é feita no céu, deve ser feita também na terra. 
Como imaginamos que seja o céu?
Como vivem os anjos e os que lá se encontram? 
Céu significa perfeição, plenitude, abundância, paz, felicidade, alegria.
A vontade de Deus é feita no céu porque os que lá se encontram 
Lhe obedecem e fazem Sua vontade. 
O terceiro segredo para que a vontade de Deus seja feita aqui na terra é obedecer-Lhe e fazer s Sua vontade.

4. O pão nosso de cada dia nos dá hoje.
Aqui se encontra a certeza de que o Senhor supre as nossas necessidades. 
Pão é símbolo de alimento, de sustento e daquilo que é necessário à existência. 
É clara a evidência de que Jesus está-se referindo à necessidade física nesta petição. 
Deus, que alimentou o povo de Israel no deserto, 
é o mesmo que pode cuidar dos Seus filhos em qualquer situação, 
dando-lhes aquilo de que necessitam.
O quarto segredo da oração vitoriosa é a certeza de que Deus cuida dos Seus filhos.

5. Perdoa as nossas dívidas.
Temos um dever moral para com Deus. Não podemos viver uma vida dissoluta, irresponsável e imoral. Dependemos de Deus, a quem havemos de dar contas de tudo o que praticamos. 
À petição para perdoar as nossas dívidas, Jesus acrescenta -
 assim como nós perdoamos aos nossos devedores. 
Não esperamos que Deus perdoe gratuitamente as nossas dívidas para com Ele? 
Não desejamos que Ele se esqueça completamente delas? 
Da mesma forma devemos agir para com os nossos semelhantes.
 Quem não tem condições de perdoar não pode ser perdoado. 
É uma lei moral de Deus à qual não podemos fugir. 
Para que Ele seja benigno conosco, devemos também praticar a benignidade com os outros.
O quinto segredo para se conseguir vitória através da oração é manter-se em constante dependência de Deus, sendo perdoado e perdoando.

6. Não nos deixeis cair em tentação.
A tentação não vem de Deus. Ela é promovida pelo Diabo e seus anjos 
com o intuito de nos afastar do Senhor.
 São muitas as tentações do cristão.
Os prazeres da vida, a satisfação da carne, a auto-realização, 
a realização social podem muito bem exercer a primazia
 sobre nossas vidas e nos afastar de Deus.
Cair em tentação significa pecar, errar, entristecer a Deus, 
ceder ao Diabo e desviar-se daquilo que bom, puro e verdadeiro. 
A petição de Jesus nesse aspecto nos ensina uma grande verdade -
 só Deus pode realmente nos livrar de cair em tentação.
O sexto segredo da oração vitoriosa é segurar-se em Deus para não cair em tentação.

7. Livra-nos do mal.
O mal a que Jesus se refere certamente inclui as más condições de vida, os sofrimentos, as doenças, os problemas que perturbam, as ações demoníacas, etc.
Todos estamos sujeitos aos males da vida. Entretanto, Deus pode nos livrar deles, 
desde que confiemos nEle e nos coloquemos em Suas mãos.
O sétimo segredo da oração vitoriosa é a certeza de que Deus nos livra de todo e qualquer mal.

Que esta mensagem tenha lhe edificado!

x_3cebcff8

Image and video hosting by TinyPic

segunda-feira, 20 de maio de 2013

MEDO, um mal espiritual ?

x_3de6fae5 photo x_3de6fae5_zpsef778f4e.gif
FECHE ESTA PORTA!



Diz uma antiga lenda que certa vez um homem foi levado arrebatado ao inferno e, 
lá chegando, foi muito bem recebido pelo diabo, 
que passou a mostrar-lhe as dependências de seu "império". 
Depois de mostrar-lhe várias salas que serviam para os mais diversos fins, 
levou-o a uma muito grande, 
onde guardava suas ferramentas.

"Aqui é o lugar onde guardo com muito carinho as ferramentas que uso para tentar, 
destruir e arrasar os homens" 
disse orgulhoso o Príncipe das Trevas. 
Examinando as "ferramentas", 
aquele homem deu com uma muito gasta e guardada com proteção especial.
Perguntou:
"Que ferramenta é esta?
Para que serve?"
Respondeu-lhe o Diabo:
"Ah! Esta é a mais importante de todas as minhas ferramentas. Com ela, consigo abrir brechas e entrar na vida de qualquer pessoa, instalando-me ali e fazendo o que bem entendo. 
Seu nome é "medo".

Essa lenda ilustra uma grande verdade. 
A maior causa do medo é a ação do diabo na vida das pessoas. 
Ele atua criando fantasias e procurando alimentá-las com pavor. 
O Diabo sabe que é muito fácil dominar uma pessoa que está com medo e se aproveita disso, colocando medo nas pessoas para que elas não tomem atitudes corajosas que sirvam para engrandecimento do Reino de Deus.

x_3de62d06 photo x_3de62d06_zps2debda4c.gif

O amor não é um conjunto de sentimentos que vêm e se vão. 
É uma eleição, uma entrega fundamental da alma aos mais altos valores possíveis. 
Amar é dar-se, é se entregar. 
A felicidade suprema e a mais perfeita paz só pode ser encontradas  no verdadeiro amor, 
que reside em amar a Deus e ao próximo. 
O amor regula toda a nossa vida em direção aos outros. 
Temos uma vida altruísta e gentil, generosa e benévola. 
Amando ao próximo e a Deus, 
aperfeiçoamos nosso amor e vamos adquirindo outros aspectos da 
natureza moral e 
espiritual que Deus requer de nós.

A estabilidade toma o lugar do medo quando amamos. 
O Espírito Santo toma conta de nós e administra nossa vida de forma que o cultivo das virtudes se torna uma constante. 
Passamos a entender as coisas do ângulo divino e não mais enxergamos 
através das lentes grosseiras do materialismo. 
Se amamos a Deus, temos a certeza absoluta de que somos objetos de 
Seu amor e nos associamos a Ele em seus propósitos, 
que passam a ser agora os nossos propósitos. 
É claro que essa relação só pode ser conseguida se houver uma mudança. 
Aqui entra a importância da conversão. 
Não uma conversão religiosa ou denominacionalista, 
mas uma conversão que atenda ao significado da palavra - 
uma "mudança de direção".
 Voltar-se para Deus e buscar de coração fazer a Sua vontade, 
entregando-se fundamentalmente a Ele, 
se faz necessário para vencer todo o medo! 

x_3de62145 photo x_3de62145_zpsc072b51e.gif


sábado, 18 de maio de 2013

O PROPÓSITO DO PODER



Deus nos entregou o plano por meio das palavras de Cristo Jesus. 
Ele disse: 
Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, 
que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas 
At 1. 8

No período em que os discípulos seguiam a Jesus 
(durante os três anos de Seu ministério), 
eles ainda não haviam recebido o Espírito Santo, 
e outras coisas começaram a importa-lhes. 
Quando você permite que outras coisas sejam importantes, começa a errar.
 Os discípulos começaram a imaginar quem sentaria à direita e à esquerda de Deus; 
quem seria o maior. 
Quando Jesus lhes falou a respeito do poder que receberiam, 
eles perguntaram se aquilo aconteceria quando o Senhor devolvesse o reino político a Israel. 
Eles imaginavam que tudo aquilo faria com que o povo ascendesse politicamente, 
se fosse colocado em uma posição natural de autoridade. 
Hoje em dia, quantas pessoas estão buscando a mesma coisa?
 Esse elemento matará qualquer mover de Deus.

Jesus mostrou-lhes o que importava: 
Recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas!
O que é uma testemunha?
É alguém  que fala sobre Jesus a fim de reaver o que Deus perdeu. Trata-se da realização do plano de Deus que tem como objetivo alcançar pessoas que estão sem Cristo. Você pode tentar tudo: ir de convenção a convenção, de seminário a seminário e de acampamento a acampamento. Pode compilar um caderno de verdades tão grosso que precise de um carrinho para puxá-lo, e saber todas as coisas, mas, se não compreender o propósito do poder de Deus e a razão do conhecimento, nunca estará satisfeito como cristão. Sempre está procurando e nunca encontrará o que procura. Eventualmente, perderá a energia e desistirá. 
Isso está acontecendo com as pessoas em todo o mundo.
Nada mais importou para aqueles discípulos depois de terem recebido o Espírito Santo. Além de nada mais lhes importar, nada conseguia detê-los. 
Qual é o Espírito Santo que temos? 
Você acredita que seja similar?

Quando o Espírito Santo se une a um vaso disposto habilitado na Palavra de Deus, pode, junto ao vaso, exercer influência sobre qualquer coisa, como uma manada de bois. Isso é o que os primeiros cristãos tinham! Será que nós temos um pequenino e antigo Espírito Santo que não é forte?
Aqueles discípulos ressuscitavam os mortos e expulsavam os demônios - hoje em dia, a maior parte das pessoas somente fala sobre isso. Temos visto aqueles fenômenos acontecerem nos Estados Unidos, mas precisamos ver muito mais. Alguns têm a oportunidade de viajar para diferentes partes do mundo, onde a fome é enorme.
Eis ai um ministério precioso: alimentar aos que tem fome e duplamente saciá-lo, com o pão vivo que desceu dos céus: Jesus Cristo,  Ele é a Palavra de Deus.
Você não precisa entrar em uma igreja para ser usado por Deus. Seu poder está dentro de você!
É importante estar debaixo da autoridade do Senhor Jesus, mas a revelação de que você faz parte do Corpo de Cristo e é um discípulo dEle que agora está perdido no mundo deve ocorrer dentro de você. Então, olhará para si mesmo e perceberá que é um instrumento por meio do qual Deus operará.

Sempre fico maravilhada ao pensar que Deus concedeu à Igreja (nós) a tarefa de alcançar os perdidos. Por que Ele não permitiu que os anjos se incumbissem de tal trabalho?
A trajetória da raça humana não tem sido muito boa. Parece que podemos ser fiéis as tarefas repetitivas, que não requerem consciência espiritual; porém, quando devemos assumir um compromisso total com Jesus... Bom, eu fico maravilhada por Ele ter escolhido até mesmo os apóstolos, pois muitas vezes, eles eram egoístas, orgulhosos e sem energia. No entanto, quando o Espírito Santo foi derramado sobre eles, nada mais lhes importou. 
Eles deram uma reviravolta completa na própria vida!
Sigamos o exemplo...



x_3cebcff8

segunda-feira, 6 de maio de 2013

DEUS QUER SUA CRIAÇÃO DE VOLTA!



A coisa que mais importava para Jesus era fazer o que Seu Pai queria. 
Ele sabia que a diretriz principal era alcançar os perdidos. 
Disse Ele:
 Eu não vim chamar os justos, mas sim os pecadores, ao arrependimento.
 (Lc 5. 32).

São as pessoas em dificuldades que precisam de um Salvador. Jesus deixaria as 99 ovelhas e iria atrás de uma, pois seria esta a perdida (Lc 15. 1-7). As 99 deveriam voltar ao aprisco e interceder enquanto Ele estivesse em busca da perdida. Jesus tinha tudo sob controle. Ele sabia quão fracos eram os homens e quão facilmente se distraíam. Até mesmo quando estava fisicamente com eles, Seus discípulos mais próximos oscilavam às vezes, cedendo à vontade e aos desejos da carne. Sendo assim, quando Ele subiu ao céu, enviou o Espírito Santo, a fim de que os cristãos pudessem permitir que Ele os possuísse.
 Disse Jesus:
Mas recebereis a virtude [poder] do  Espírito Santo, que há de vir sobre vós; 
e ser-me-eis testemunhas .
(At 1. 8)
Ele havia estado com eles, e o mesmo Espírito que fora Seu guia e Sua força estaria neles. Todo cristão poderia realmente ter paz, força, direção e poder de Deus.

Os cristãos da Primeira Igreja Cristã alcançaram o mundo então conhecido. Hoje em dia, Deus está à procura de cristãos que permitam ter a vida repleta pelo Seu Espírito e consumida pelo Seu propósito. Deus almeja sacudir os cristãos complacentes e torná-los insatisfeitos com o modo como as coisas estão em sua vida. Ele não deseja necessariamente modificar suas posições, mas alterar suas prioridades. As pessoas e as igrejas devem alterar suas prioridades até que nada mais importe. Somente deve ter importância o trabalho  que Deus lhes deu: a tarefa de alcançar os perdidos. A necessidade é imensa, e é ela que dá oportunidade ao cristão vigilante.
As primeiras palavras de instrução que Jesus deu aos Seus discípulos foram:
Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens
Suas últimas palavras foram: 
Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
(Mc 16. 15)
Alcançar os perdidos era a coisa que Ele mais queria que lembrássemos quando ascendeu ao céu. Grande parte da Igreja tem-se esquecido dessas palavras. Ela tem-se preocupado consigo mesma e enfatizado a questão de quanto a raça humana perdeu quando Adão caiu. Adão foi separado de Deus, mas o maior perdedor não foi ele. Quem saiu perdendo foi Deus Pai, que criou Adão para caminhar com Ele. Adão não ficou esperando, em estágio embrionário, e crendo que seria criado. Adão não teve fé nem pediu para ser criado. 
Disse Deus:
"Vou criar Adão", e Ele o fez! Foi Sua escolha, não foi?

Unilateralmente, Deus criou Adão, caminhou e conversou com ele. Adão foi Sua criação, mas ele caiu. Em essência, o diabo enganou Adão e Eva, para que fossem separados de Deus. O Senhor foi o perdedor. Deus sofreu a dor da perda e desejou ter Sua criação de volta!

Se deseja alegrar a Deus, traga os Seus filhos de volta. Se você deseja agradar a Deus, traga de volta o que Ele perdeu. É isso que O faz feliz. É para isso que aponta todo o Antigo Testamento. Ele aponta para cruz, pois foi onde Jesus morreu, para que Deus tivesse o direito legal de ter de   volta Sua criação . É por isso que Jesus veio! Nada mais importava para Jesus a não ser realizar a vontade do Pai e mostrar-nos, por meio do Seu exemplo, como deveria ser a nossa vida na Terra. Ele morreu na cruz e derramou Seu sangue, a fim de que tivéssemos o preço legal pago para cancelar os nossos pecados. Então, poderíamos apelar para o Pai em Nome de Jesus, ser salvos e pregar o Evangelho da salvação - as Boas Novas de grande alegria.
O anjo Gabriel anunciou: 
"Ele salvará seu povo do pecado" 
(Dn 9)
Jesus fez a Sua parte. Agora, devemos fazer a nossa e divulgar as Boas Novas de que Ele fez o Seu trabalho. Nada mais pode importar para você.

Se alguma coisa for importante, você se tornará triste, desviado e desequilibrado. As coisas não darão certo. O diabo gostaria de vendar seus olhos, e ele fará isso a menos 
que a única coisa importante para você seja a vontade de Deus. 
Satanás tem obtido sucesso ao reorganizar as prioridades da maior parte da Igreja. 
Não permita que ele faça isso com você!

Dizem os teólogos que, de acordo com o quadro de horários de Deus, nossa vida dura apenas duas horas. Um dia equivale a mil anos; sendo assim, nossa vida de 80 anos (no horário de Deus) dura apenas duas horas. Deus está assistindo a essas duas horas de existência. Ele está vendo se algo mais importa além da Sua obra.

A Escritura declara que, se você se contentar com o pouco, Deus lhe dará o muito. 
Ele tem o direito de fazê-lo quando nada mais lhe importa nessa terra a não ser a Sua obra -
leia as parábolas em Mateus 24 e 25 e reflita sobre elas.
Lembre-se de que, a qualquer instante sua vida, você pode comprometer-se com Jesus e dizer que nada mais importa com exceção do que Ele quer. 
É isso o que Ele espera. 
Então, Ele marcará em sua ficha: 
Aprovado, fiel e verdadeiro.

Se você está preocupado com o fato de ser uma das pessoas que se comprometeram com Jesus tarde demais, lembre-se do que Jesus ensinou. Aqueles que entrarem no aprisco na última hora, e tiverem fé para entregar tudo, receberão a mesma recompensa dos que entrarem na primeira hora. Ambos receberão a entrada para o céu e serão recompensados pelo Senhor da colheita.

x_3cebcff8
Image and video hosting by TinyPic
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...