domingo, 14 de maio de 2017

CLASSIFICAÇÃO DOS DONS ESPIRITUAIS: Perguntas e Respostas




DONS DE REVELAÇÃO

*O dom da palavra de sabedoria
*O dom da palavra do conhecimento
*O dom de discernimento de espíritos



DONS DE PODER

*O dom da fé
                 *O dom de operações de milagres
  *O dom de cura



DONS DE INSPIRAÇÃO

*O dom de profecia
*O dom de línguas
*O dom de interpretação de línguas




HÁ MUITO SOBRE O ASSUNTO NO NOVO TESTAMENTO?
O tema é bastante discutido na primeira epístola aos Coríntios, nos capítulos 12 e 14, e as referência feitas aos dons espirituais em Romanos e em outras cartas. Na época e que elas foram escritas, os dons do Espírito eram, em geral, exercitados nas igrejas, a fim de que, devido ao uso, fossem plenamente entendidas.

QUANTOS DONS DO ESPÍRITO EXISTEM?
Há nove, a saber:
A palavra da sabedoria; a palavra do conhecimento; fé; dom de cura; operação de maravilhas; profecia; discernimento de espíritos; diversos tipos de línguas; interpretação de línguas (I Co 12. 8-12).

ESSES DONS SÃO ENCONTRADOS TANTO NO ANTIGO TESTAMENTO QUANTO NO NOVO?
Os primeiros sete dons manifestaram-se na realidade no Antigo Testamento, mas os dois últimos, línguas e interpretação, foram dados para a dispensação da Igreja.

POR QUE TIVERAM DE SER ADICIONADOS DOIS DONS AOS SETE?
Quando os filhos de Israel estavam reunidos ao redor do Tabernáculo, o Senhor Se manifestava na coluna de nuvem ou na de fogo, e a evidência sobrenatural era visível a todos no acampamento (Êx 13. 21). Hoje, Seu povo está disperso por todo o mundo, então a evidência de Sua presença sobrenatural deve ser pessoal, de casa membro da Igreja, em qualquer lugar.

AS LÍNGUAS CESSARÃO?
QUANDO ISSO OCORRE?
Elas terminarão quando entrarmos na presença do Senhor. No momento, vemos por um vidro embaçado, obscuramente, mas, na ressurreição, veremos face a face, e nossas limitadas profecias e línguas com interpretação não mais serão necessárias.

O DOM DE LÍNGUAS JÁ CESSOU ALGUMA VEZ?
A corrente sobrenatural nunca parou de fluir, embora algumas vezes tenha havido épocas em que uma morte espiritual fez parecer que as fontes da revelação e inspiração tivessem secado completamente. No entanto, as épocas mais sombrias da história da Igreja registraram casos do sobrenatural, o que nos leva a crer que as manifestações sobrenaturais do Espírito sempre estiveram em evidência.

HÁ ALGUMA ORDEM NOS NOVE DONS?
Na realidade, há três grupos, com três dons cada um. 
Os grupos podem ser classificados da seguinte maneira:
1. revelação
2. poder
3. inspiração

QUAIS SÃO OS RESPECTIVOS DONS  DE CADA GRUPO?
* Os dons de revelação são a palavra de sabedoria, a palavra do conhecimento e o discernimento de espíritos.
* Os de poder são fé, maravilhas e curas.
*Os de inspiração são profecia, vários tipos de línguas e interpretação de línguas.

NÃO HÁ REVELAÇÃO NA PROFECIA?
Vamos tratar desse dom detalhadamente quando abordarmos o assunto, mas é suficiente dizer no momento que, no simples dom de profecia em si, não há revelação.

É VERDADE QUE SE ACEITA GERALMENTE QUE PROFECIA E PREDIÇÃO SÃO A MESMA COISA?
Sim, pois o termo profecia é tanto genérico quanto específico; mas, como explicado anteriormente, trataremos desse assunto adiante.

QUAIS SÃO OS DONS MENCIONADOS EM EFÉSIOS 4?
Os de apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres. Estes são os dons ministeriais que o Senhor dá a Sua Igreja (Ef 4. 11, 12). Esses ministros precisam dos dons do Espírito.

QUAL A DIFERENÇA ENTRE OS DONS MINISTERIAIS E OS DONS DO ESPÍRITO?
O Senhor Jesus provê ministros dotados espiritualmente para a edificação de Sua Igreja (Ef 4. 12), e o Espírito Santo provê Suas manifestações a esses ministros para a obra a qual eles foram chamados (Ef 4. 7).

POR QUE A PALAVRA DIZ ORA HÁ DIVERSIDADE DE DONS, MAS O ESPÍRITO É O MESMO (I Co 12. 4)?
Os apóstolos chama a atenção para o fato de que, embora os dons sejam diferentes uns dos outros, a origem, ou fonte, é a mesma.

ENTÃO NÃO NOVE ESPÍRITOS DE DEUS, MAS UM?
Isso mesmo, Os dons são diversas manifestações do mesmo Espírito. O Espírito Santo se manifesta de nove maneiras diferentes.

QUAL O SIGNIFICADO DE: E HÁ DIVERSIDADE DE OPERAÇÕES, MAS É O MESMO DEUS QUE OPERA TUDO EM TODOS (I Co 12. 6)?
Os dons operam de forma diferente em cada indivíduo. Vejamos por exemplo a operação de maravilhas. Em Elias, estava associada ao manto que ele usava; em Moisés, à vara que ele havia transformado em serpente, e, em Sansão, ao poder miraculoso que era inseparável de seu físico a fim de que ele se tornasse sobrenaturalmente forte quando o Espírito estava sobre ele. Em cada caso, houve manifestação do mesmo dom, embora as realizações tenham sido diversas.

O QUE SIGNIFICA MAS UM SÓ E O MESMO ESPÍRITO OPERA TODAS ESSAS COISAS, REPARTINDO PARTICULARMENTE A CADA UM COMO QUER  (I Co 12. 11)?
O Espírito tem a prerrogativa de conceder os dons que Ele achar mais adequado para cada pessoa. Cabe a nós procurarmos com zelo nos melhores dons do Espírito Santo, e é prerrogativa do Espírito conceder esses dons conforme Sua vontade.

EM I CORÍNTIOS 12. 31, LEMOS QUE DEVEMOS PROCURAR COM ZELO OS MELHORES DONS, MAS O APÓSTOLO IRIA MOSTRAR-NOS UM CAMINHO AINDA MAIS EXCELENTE. QUAL É ESSE CAMINHO AINDA MAIS EXCELENTE?
Buscar o amor de Deus em primeiro lugar e desejar os dons do Espírito a fim de que possamos servir melhor a Deus. A resposta na realidade é dada no capítulo 14, versículo 1 (ARA): 
Segui o amor e procurai, com zelo, os dons espirituais, mas principalmente que profetizeis. Se colocarmos os dons espirituais antes do amor de Deus, cometeremos um erro sério; primeiro e mais importante é o amor de Deus. Aqueles que amam o Senhor procurarão normalmente os dons espirituais, visto que são manifestações do Seu Espírito, concedidos para a Sua glória e engrandecimento de Sua Igreja.

COMO TRATAR CADA DOM, SEPARADAMENTE OU EM GRUPOS?
Parece ser mais simples tratar dos dons um por um. 
Proponho iniciar com a palavra de sabedoria.




PRÓXIMO POST - Perguntas e Respostas sobre:
O DOM DA PALAVRA DE SABEDORIA







  Image and video hosting by TinyPic

sexta-feira, 12 de maio de 2017

DONS ESPIRITUAIS: Perguntas e Respostas








APRESENTAÇÃO


RESERVADOS PARA NÓS


A importância dos dons do Espírito Santo para o trabalho essencial da Igreja não pode ser subestimada.

Sem esses dons, a Igreja carece do equipamento espiritual citado na primeira epístola aos Coríntios capítulo 12, o qual é tão necessário para um conflito agressivo contra as forças das trevas; a Igreja fica destituída também da enriquecedora edificação vinda da manifestação da presença e do poder do Espírito Santo no seu meio.

A Bíblia é repleta de passagens que demonstram as relações sobrenaturais de Deus com Seu povo.
A experiência da regeneração, por meio da qual nos tornamos novas criaturas em Cristo, é sobrenatural.
Os cristãos também prontamente admitem que o diabo é sobrenatural em pessoa, força e atividades; contudo, os mesmos cristãos tendem a recuar diante do pensamento de um batismo sobrenatural no Espírito Santo, com os sinais sobrenaturais que o acompanham e os dons espirituais que se seguem.


PROMETIDOS A NÓS

O Senhor Jesus disse: 
Aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço (Jo 14. 21a). 
Ele também prometeu: 
Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós (At 1. 8a)
Se ignorarmos os dons do Espírito Santo, desprezaremos a herança que nos foi concedida em Cristo, e nos esqueceremos do que o apóstolo Paulo exortou: 
Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes (I Co 12.1)

Caso alguém sugira que os dons foram concedidos meramente para profetizar na dispensação atual, e que "não se aplicam aos dias de hoje", citamos o apóstolo Pedro, no Dia de Pentecostes, que disse: 
Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe: a tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar (AT 2. 39)

Portanto, se alguém é "chamado" a ser um filho de Deus, por meio da fé em Cristo Jesus, ele também terá, por consequência, a perspectiva de receber os dons do Espírito Santo.


TOMADOS POR NÓS

A história real a seguir serve para ilustrar a sabedoria de "tomar posse do que é nosso".

O proclamado pregador Charles H. Spurgeon era um homem muito caridoso. Ele construiu albergues para idosos e amava visitá-los. Certo dia, em uma dessas casas, ele percebeu uma tira de papel em uma moldura. Havia algo escrito nela. Perguntando a uma senhora o que seria, um cavalheiro, já idoso, a quem ele havia servido como  enfermeira há muitos anos. Ele ficou bastante satisfeito com o seu trabalho e não pôde agradecer-lhe o bastante por tudo o que aquela mulher tinha feito por ele.

Antes de falecer, ele escreveu seu nome em um pedaço de papel e entregou-o àquela mulher. Então, ela o colocou em uma moldura e, toda vez que olhava o papel, a senhora lembrava-se do amável cavalheiro. O Sr. Spurgeon pediu o papel emprestado, convencendo-a a retirá-lo da moldura. Apressando-se até o banco, ele perguntou se sabiam algo sobre o papel. Eles lhe disseram que estavam curiosos para saber quem teria a posse do dinheiro daquele cavalheiro. Havia centenas de libras paradas na conta dele para aquela senhora que mantinha o cheque na moldura apenas para lembrar-se daquele a quem tinha servido como enfermeira. Ela estava vivendo na pobreza embora fosse digna de muitas libras!

Assim acontece com os dons do Espírito Santo. Não é suficiente considerar as promessas de Deus na Sua Palavra meramente como símbolo do Seu amor para conosco; precisamos apresentá-las ao Banco do Céu, e, então, converter para a moeda corrente da experiência espiritual que a herança nos providenciou.

Para esclarecimentos do leitor, explicamos que os debates sobre os dons espirituais mencionados neste estudo, foram escritos estenograficamente. Isso explicará o fato de algumas perguntas estarem repetidas e diversos pensamentos, reiterados de várias maneiras.

As respostas não são, de maneira nenhuma, finais, e, às vezes, podem parecer dogmáticas em razão da rapidez com as quais foram dadas. Se a resposta a algumas pergunta for "Não", quando pareceria ser mais correto ter respondido "Dificilmente", pedimos a paciência de nossos leitores e declaramos que está longe do nosso propósito parecermos dogmáticos.

Acreditamos que a leitura desses debates sobre um assunto de tão grande importância estimulará o pensamento e, se o interesse mostrado nas discussões originais for recriado na mente dos leitores, nós nos sentiremos grandemente justificados em publicar este estudo.



OBSERVAÇÃO:  
As perguntas e respostas sobre os DONS ESPIRITUAIS, 

serão publicados na próxima postagem.
NÃO PERCAM !!!







  Image and video hosting by TinyPic

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...