segunda-feira, 26 de agosto de 2013

MINISTRANDO EM NOSSO PRÓPRIO MUNDO


A palavra do mundo pode ter diferentes significados. Ao falarmos em mundo, podemos referir-nos ao planeta ou ao meio em que vivemos - nosso lar nossa comunidade. 

E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura
Marcos 16. 15

Então disse aos seus discípulos: A seara é realmente grande, mas pouco são os ceifeiros.
Mateus 9. 37

Ora, não é difícil levar muitos cristãos a se emocionarem com a ideia de viajar, a fim de ministrar a Palavra do Senhor, mas não lhes fale a respeito de pregar o Evangelho onde moram! Se, porém, forem chamados por Deus para proclamarem o Evangelho até os confins da Terra, será necessário, primeiro ministrarem onde moram. O Altíssimo não poderá nem desejará usá-los se eles não conseguirem evangelizar em sua área.

Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda Judeia e Samaria e até aos confins da Terra. 
Atos 1. 8

Em Atos 1.8, Jesus mandou Seus discípulos ministrarem na Judeia, pois era a região onde moravam. 
Note que, na declaração seguinte, o mestre disse que deveriam pregar as Boas-Novas em Samaria, o lugar que mais odiavam. Se você estudar a história dos judeus, descobrirá que eles odiavam os samaritanos e os chamavam de cães. Perceba que o Filho de Deus mandou, primeiro, ministrar na própria área - em seu estado; segundo, no lugar que mais odiavam e, terceiro, nos confins da Terra.

Não é estranho como sempre queremos virar a Bíblia pelo avesso?
Desejamos ir primeiro aos confins da terra, porque o último lugar onde procuramos ministrar é em nossa casa. No entanto, uma coisa posso dizer-lhe: o testemunho que você dá não tem muito valor se não for aceito pelos vizinhos da sua cidade!

Sim, precisamos ministrar ao mundo, mas qual?
Primeiro, ao nosso meio, ao lar. Os lares cristãos estão sendo atacados e desmontados pelo diabo mais do que nunca, por isso, precisamos pregar o Evangelho àqueles que nos cercam.

Você sabe falar de jesus aos seus familiares sem fazer muito alarde?
É só ter o culto doméstico diário em sua casa e desfrutar de uma vida cristã consistente.

Não dê crises de nervos em um dia nem deixe seus filhos fazerem a mesma coisa, impunes, no dia seguinte.
Não pregues de uma maneira no púlpito, ao passo que age de outro modo em casa. 
Não fale com sua família a respeito de uma vida dedicada a Deus, se, de repente, você fica zangado e dá murros na parede (sei que isso ocorre nas casas de algumas pessoas!).

Sem dúvida, você pode falar de Jesus depois de pedir perdão a Deus, pois Ele lhe perdoará. No entanto, se causou uma impressão danosa no seu filho, precisará endireitar nesse aspecto.

Próximo post:
  O lar cristão
x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif




sexta-feira, 23 de agosto de 2013

APRENDENDO COM O MESTRE!

UMA FONTE DE ÁGUA VIVA

Jesus respondeu e disse-lhe: Se tu conheceras o dom de Deus e quem é o que te pede: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva. Respondeu ela: a mulher: Senhor, tu não tens com que a tirar, e o poço é fundo; onde, pois, tens a água viva ? [..]  Jesus respondeu aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna. 

João 4. 10, 11, 13, 14


Os estudiosos da Bíblia sabem que a água simboliza o Espírito Santo.

O próprio Jesus Se referia à água como o símbolo do Espírito Santo. Quando Jesus disse à mulher, à beira do poço em Samaria, que Ele era o Doador da água viva, ela a confundiu com a água do poço, com a água natural.

Jesus disse, então: A água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna (João 14b). Ele falava a respeito do novo nascimento, da fonte de água viva dentro do cristão.


No último dia, o grande dia da festa, levantou-se Jesus e exclamou: Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva. Isto ele disse com respeito ao Espírito que haviam de receber os que nele cressem; pois o Espírito até aquele momento não fora dado, porque Jesus não havia sido glorificado. 

João 7. 37-39


Jesus Se referia à água como símbolo do Espírito Santo.

Note que são mencionadas duas experiências em nossos textos. 
Na primeira experiência, o novo nascimento é comparado a um
 poço de água viva dentro de você, 
jorrando para a vida eterna. 
Na segunda, a plenitude do Espírito Santo é simbolizada por rios. 
Não um só rio, mas vários rios.

A água no poço (a salvação) tem um só propósito:
 abençoa-lo. 
É para o seu benefício. 
Mas os rios (a plenitude do Espírito Santo) 
fluem de você com a finalidade de abençoar seu próximo. 
O propósito de você receber a plenitude do Espírito Santo
é fazer de você uma benção para seu semelhante.
Algumas pessoas podem dizer: 
"Se você nasceu do Espírito, você tem o Espírito, 
e acabou-se o assunto". 
Mas não é porque você bebeu um único gole de água que estaria cheio de água.
Há uma experiência subseqüente ao novo nascimento:
 é ser cheio do Espírito Santo, e como resultado desta plenitude, 
rios de água viva fluirão do interior (do espírito).

x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif




sexta-feira, 16 de agosto de 2013

MARAVILHOSA HERANÇA


Deus deve ser louvado por tudo; pela nossa vida, pelo ar que respiramos, pela mente que temos, enfim, por todas as boas coisas que Ele preparou para nos. Somos o sonho dEle, e nós, que somos convertido, alcançamos a posição de Seus filhos. Esse posto não foi conquistado por um decreto nem porque o Senhor viu que precisava de nós, mas, sim, pelo fato de Ele nos amar de tal maneira que deu Seu único Filho para morrer em nosso lugar (Jo 3.16). Então, quem aceita Jesus como Salvador fica livre para sempre da perdição eterna e passa a fazer parte da família de Deus.

Agora, assumindo tal posição, não devemos deixar o diabo encher o nosso coração de orgulho e, assim, passarmos a desprezar os não salvos. Precisamos ter cuidado para não evitarmos as pessoas perdidas que Deus coloca à nossa frente! Ele faz isso porque ama o pecador e nos ama. Ao perdido Ele dará a salvação e a nós, a recompensa. O Altíssimo tem um carinho muito grande pelos perdidos, senão eles não subsistiriam. Por esse motivo, nós, salvos, temos a obrigação de buscar do Senhor a sabedoria para levarmos o conhecimento do Deus Altíssimo aos que jazem nas trevas.

A maior bênção que recebemos dos Céus, depois da salvação, foi a de temer o Senhor. Isso nos faz evitar o pecado, desprezar as ofertas do maligno e amar o Senhor de todo o coração. Amar a Deus é ter os Seus mandamentos e guardá-los (Jo 14.21). Quem recebe as ordens divinas e obedece a elas descobre que os celeiros do Senhor estão abarrotados de bênçãos infindáveis à espera dos fiéis. Aquele que O temer será bem-sucedido em tudo o que empreender.

Não basta apenas ter os mandamentos e cumpri-los. Na verdade, a pessoa que deseja realmente ser feliz precisa orar e esforçar para ter grande prazer no que o Senhor manda que ele faça. Quem executa a obra de Deus de qualquer maneira e se deixa levar por interesses mesquinhos na realização do que o Pai ordena descobre que serviu ao diabo, e não a Deus.

Como uma pessoa, com algum propósito sujo em mente, pode falar de Deus para alguém? Está escrito que maldito é aquele que faz a obra do Senhor relaxadamente (Jr 48.10). Os que temem o Senhor obtêm muito sucesso, pois eles se consagram ao Pai, vivem com a Palavra no coração, esforçando-se para agradar em tudo ao Altíssimo. Jamais são abandonados e, quando oram, são atendidos.

Louvai ao SENHOR! 
Bem-aventurado o homem que teme ao SENHOR, que em seus mandamentos tem grande prazer.
Salmo 112. 1



MINHA ORAÇÃO

Deus onipotente!
Ensina-me a Te louvar por tudo o que sou, que tenho e que desfrutarei por toda a eternidade. O que já conheço e o que ainda me revelarás na eternidade farão com que eu exulte e agradeça pelo que preparaste para mim.

Senhor!
Livra-me do orgulho e de todos os defeitos que o inimigo coloca nas pessoas fracas. Sei que a vontade dele é que eu me perca e não desfrute daquilo que me aguarda aqui e no além. Mas ele não conseguirá me separar de Ti.

Nunca deixes que algum propósito sujo tome conta de mim; ao contrário, que eu seja um servo a Teu serviço e, com isso, eu Te agradarei. 
Ó Pai, 
quero usufruir do melhor que tens preparado para quem faz a Tua santa e doce vontade.


x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif




segunda-feira, 12 de agosto de 2013

O QUE FAZER: Quando a oração não funciona?


A pessoa iluminada por Deus é chamada nas Escrituras de sábia, pois ela sabe o tempo e o modo em que deve orar. Esse conhecimento entra em seu coração, quando ela é visitada por Jesus. Com a visitação do Mestre, vem a sabedoria de como e quando determinar que a obra seja feita. É prudente esperar até a chegada da alegria, e, então, ela conhecerá o momento próprio de agir. 

Nenhuma revelação que provém do Senhor é desprovida de alegria, uma vez que ela é sinal de que Ele lhe deu a bênção. Quando a mente tenta entender a Palavra, ela pode chegar a conclusões que parecem lógicas,mas não têm aquele contentamento santo, o qual só ocorre com a divina manifestação em nosso interior. Então, a nossa alma exulta de um prazer muito grande, e, com isso, podemos exercer o nosso direito.

Até agora, nada tendes pedido em meu nome; pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja completa.
João 16. 24

No versículo citado, Jesus explica que, ao nos visitar, Ele faz o nosso coração alegrar-se. certamente, o Mestre não falava de alegria natural que temos ao recebermos uma boa notícia, mas, sim, da alegria do Senhor, a qual é nossa força (Ne 8. 10). Esse fenômeno ocorre com todo aquele que se deixa guiar pelo Espírito de Deus. A visitação do Senhor serve como autorização para que tomemos posso do que nos pertence.

Após o coração ter-se alegrado com a revelação, Deus nos encoraja a pedir. É bom dizer que não é necessário repetir a oração o tempo todo, mas, se oramos sem fé, podemos voltar a fazer a mesma oração, desde que seja com fé e, assim, seremos atendidos. Ao alegrar o nosso coração, o Senhor está dizendo que podemos pedir aquilo que nos foi prometido, pois será feito.

Outro fator a notar é que o Altíssimo não quer nenhum de Seus filhos frustrando-se na fé. Quando nos presenteou com a alegria, Ele deu tudo aquilo de que precisamos para sairmos vencedores. Dessa forma, mesmo que a situação pareça impossível, só precisamos determinar e crer: será feito o que pedimos. O propósito maior em nos conceder o que oramos é fazer-nos fortes o suficiente para glorificarmos o Seu santo Nome com a vitória.

Então, passe a desfrutar da vida abundante que Jesus lhe concede. Não aceite nenhum fracasso nem engano do inimigo. Se já recebeu o entendimento da Palavra de Deus, esteja convicto de que suas orações serão realizadas com sucesso. Acima de tudo, a sua alegria tem que ser completa..


MINHA ORAÇÃO

Pai de amor!
Não há nada mais triste do que orar, confiando que serei atendido, e a resposta não vir. Isso já ocorreu comigo muitas vezes, e, em certas ocasiões, cheguei a ficar magoada, pois julgava que a culpa era toda Tua. Eu acreditava ter razão.
Então, aprendi com o ensinamento ministrado por Jesus que, se Tu não me respondes, o fato se dá por não ter sido preparado para o meu coração. É preciso que Jesus me visite para que o meu coração se alegre, e essa alegria é o "sinal verde" de que posso avançar.
Senhor, olha sempre para mim como um ser humano e, por isso, imperfeito. Na verdade, sem a Tua ajuda, não há quem possa manter-se em pé diante de Ti, Deus perfeito, puro e santo. Faze de mim alguém que sempre Te dará prazer.
x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...