quinta-feira, 22 de novembro de 2012

O DOM DA FÉ - FINAL



HÁ ALGUMA DIFERENÇA ENTRE A MANEIRA COMO OS DONS ERAM EXERCIDOS PELO SENHOR JESUS E DE COMO ERAM COLOCADOS EM PRÁTICA PELOS APÓSTOLOS?
Tocamos aqui em um assunto muito interessante, que tem sido motivo de controvérsias com  o passar do tempo. Jesus manifestou Sua divindade quando fez Seus milagres, ou os milagres foram o resultado da provisão sagrada do Espírito que nosso Salvador recebeu no rio Jordão. Cremos que o Senhor, quando estava na Terra, ministrou como qualquer outra pessoa investida do Espírito Santo e não exercitou nenhuma prerrogativa como Filho de Deus. Jesus Se esvaziou voluntariamente dEle próprio (Fp 2. 7,8), e esse esvaziamento fez com que aqueles atributos essenciais, os quais haviam sido dEle ao longo das incontáveis épocas do passado, foram temporariamente deixados de lado no período da encarnação.

ENTÃO, JESUS SÓ PASSOU A MINISTRAR QUANDO FOI HABILITADO PELO ESPÍRITO SANTO?
Sim. Durante o período de Sua vida terrena, Jesus orou e curou os doentes apenas como uma pessoa cheia do Espírito. Até os 30 anos, Ele não realizou nenhum milagre, embora fosse, de fato, o Filho de Deus, como constatado depois. Quando o Espírito Santo desceu sobre o Mestre, e Ele já estava com 30 anos, Cristo foi ungido para um ministério sobrenatural. Na realidade, não haveria necessidade de ungi-Lo para isso se Ele estivesse trabalhando mediante um poder inerente a Ele como alguém da Divindade.

PODEMOS DIZER, PORTANTO, QUE O MINISTÉRIO TERRENO DE CRISTO FOI SOMENTE COMO O DE UM HOMEM UNGIDO PELO ESPÍRITO SANTO DE DEUS? 
Sim. O esvaziamento completo dEle mesmo significaria que o Salvador deixou de lado Seus atributos os quais havia exercido eternamente como Deus e, no período de Sua vida terrena, ministrou somente como um homem ungido pelo Espírito de Deus. Jesus foi capaz de dizer: Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai (Jo 14. 21).

ISSO PODE SE APLICAR A NÓS DE FATO?
Sim, se tivermos uma fé simples, porém forte em Sua Palavra. Como Eliseu continuou o ministério de Elias quando ele recebeu seu manto, podemos nós, então continuarmos o ministério de Cristo, uma vez que recebemos o mesmo Espírito Santo. Voltemos, no entanto, ao dom da fé.

QUAL É A MAIOR FÉ: A SALVADORA, O FRUTO DA FÉ OU O DOM DA FÉ?
Essa é uma pergunta difícil de responder, porque os três são bem diferentes. Sem a fé salvadora, não podemos receber as outras, pois esta nos conduz à experiência da salvação. O fruto da fé é um aspecto da vida santificada. Depois de sermos salvos e santificados na vida espiritual, necessitamos dos dons do Espírito Santo para nos dar o poder exigido, a fim de servimos ao Senhor e sermos úteis em Sua vinha. É difícil, portanto, dizer qual especto de fé é o mais importante, assim como seria complicado afirmar qual á s parte fundamental de uma árvore: a raiz, os ramos ou o fruto.

QUANDO CRISTO FALOU  APEDRO: MAS EU ROGUEI POR TI, PARA QUE A TUA FÉ NÃO DESFALEÇA (Lc 22. 32 a), A QUE FÉ ELE SE REFERIA?
Esse não seria o dom da fé, pois faltou a evidência do sobrenatural. Era a que já estava brotando no coração de Pedro, uma fé na divindade de Cristo. Pedro, impetuoso e sujeito à tentação, necessitava de oração, especialmente ele, que, antes de todos os outros discípulos, poderia falhar no grande teste que viria a seguir. Então, Jesus orou por Pedro e disse: E tu, quando te converteres, confirma teus irmãos (Lc 22. 32b). Fazemos bem orar uns pelos outros para que a fé não desfaleça em época de provas severas.

E QUANTO À ORAÇÃO DA FÉ PARA SALVAR OS DOENTES?
A oração da fé, que salva o doente, fica em contraste com a da descrença, a qual não salva ninguém. Não é dom da fé. A oração que salva um doente é da fé nas promessas da Bíblia 
(Tg 5. 15).

É POSSÍVEL ORAR A NOITE INTEIRA POR UMA PESSOA DOENTE, MAS, MESMO ASSIM, NADA ACONTECER, ENQUANTO UM HOMEM COM O DOM DA FÉ ORA POR SOMENTE ALGUNS MINUTOS E EXPERIMENTA GRANDES LIVRAMENTOS?
Dois dons estão sendo confundidos agora. O dom da fé não é para curar o doente. Isso pertence aos dons de cura. Da mesma forma, não é porque podemos falar em línguas que podemos discernir espíritos pelo dom de línguas. Os dons são separados e distintos uns dos outros.
Cada dom, assim como cada vela do castiçal, é separado e, em nenhum sentido, dependente de outro.

HOUVE DOM DA FÉ QUANDO PEDRO DISSE AO HOMEM À PORTA DO TEMPLO CHAMADA FORMOSA: LEVANTA-TE E ANDA (At 3. 6c)?
Não. As Escrituras chamam de milagres da cura. Os dons de cura concedem livramento físico e saúde, e o dom da fé protege a pessoa que está em perigo. Lembremo-nos do escudo da fé 
(Ef. 6. 16)?

PEDRO REQUEREU O DOM DA FÉ PARA SER CAPAZ DE DIZER COM AUTORIDADE: LEVANTA-TE E ANDA 
(At 3 6c)?
A fé que habilitou Pedro a dizer tal frase estava presente nos dons de cura, os quais foram maravilhosamente manifestados. Com frequência, falamos de modo hesitante por duas razões: por não possuirmos os dons de cura ou porque os dons que possuímos não estão em plena operação. Quando um dom funciona plenamente em alguém que vive no poder do Espírito Santo, a autoridade da sua palavra pode ser surpreende.

OS ESPÍRITAS TÊM DONS COMO OS DO ESPÍRITO?
Não há dúvida que cada dom do Espírito foi simulado, e, possivelmente, exercitado entre eles; mas não estamos lidando com dons simulados, mas, sim com os reais. Aquele que é simulado não tem valor para seu possuidor. É um perigo espiritual, uma fraudulenta exibição da força satânica. Os dons do Espírito Santo exaltam o Senhor Jesus; os simulados O desonram.

PODE O DOM DA FÉ OPERAR A FIM DE PROTEGER OUTROS COMO SE PROTEGESSEM A PESSOA QUE TEM O DOM?
Sim, No episódio da abertura do mar Vermelho, Deus instruiu Moisés a estender sua vara sobre as águas (Êx 14. 16). Moisés necessitava confiar em Deus para a segurança dos filhos de Israel e dele mesmo, visto que todos morreriam se as águas tivessem fechado novamente antes de passarem. O dom de maravilhas foi necessário para dividir as águas, e o dom da fé foi exercitado para que o caminho permanecesse livre até que o último filho de Israel passasse.

A LIBERTAÇÃO DE JONAS OCORREU EM RAZÃO DO ARREPENDIMENTO DELE, E NÃO DO DOM DA FÉ?
Jonas deve ter-se arrependido de sua tolice, como acontece com muitas pessoas, algumas sem experimentar uma libertação sobrenatural. Além disso, se Deus trabalhasse sem a cooperação do Seu povo, Ele imporia Seu poder, e tal imposição, geralmente, ocorre também sobre o ímpio. Quando o Senhor trabalha por intermédio do Seu povo, Ele dá o dom do Seu Espírito para que as pessoas estejam unidas a Ele na manifestação do Seu poder. Para o rei Belsazar, as palavras escritas à mão na parede (Dn 5. 5-28) eram um julgamento de Deus, mas, para Daniel, eram uma oportunidade de exercitar o divinamente concedido dom da palavra da sabedoria.

QUAL A DIFERENÇA ENTRE O DOM DA FÉ E A FÉ HABITUAL EM DEUS PARA OBTER RESPOSTA A UMA ORAÇÃO?
Em geral, fé em Deus está direcionada a suprir nossas necessidades e conseguir aquilo que esperamos receber. Nesse sentido, cremos que Deus proverá. O dom da fé funciona, como sugerido, na esfera do perigo e significa que, se Deus não fizer alguma coisa por nós, uma situação séria se desenvolverá. Se quisermos triunfar contra as grandes forças da oposição na obra de Deus, precisamos de uma fé maior do que a normalmente exercida. Por essa razão, devemos receber o dom da fé vindo do Altíssimo.

PODERIA ESCLARECER MELHOR?
Alguém poderia perguntar a diferença entre fé  que exercemos com frequência quanto pedimos algo a Deus, e a operação de milagres. Normalmente, a fé habitual não é respondida com milagres extraordinários. No monte Carmelo, o profeta orou por um sinal miraculoso, e isso lhe foi concedido ( I Rs 18. 38). Quando outros pediram por fogo, mas não tiveram resultado algum? No entanto, quando Elias orou, o fogo desceu!

PODEMOS PEDIR A DEUS PELO DOM DA FÉ EM CERTAS CIRCUNSTÂNCIAS, POR EXEMPLO, QUANTO ALGUÉM É CHAMADO PARA SER UM MISSIONÁRIO?
O dom da fé, como todos os outros dons, deve ser desejado por todos nós. É um dos melhores dons, mas é prerrogativa de Deus concedê-lo. Em circunstâncias especiais, o Senhor concederá dons àqueles que Ele escolher. Se o Altíssimo conceder um dom, então, aquele que o recebeu o possuirá para sempre, pois os dons e chamados de Deus dão para arrependimento (Rm 11. 29).

PODERIA RESUMIR OS TRÊS PRIMEIROS DONS?
A Palavra de sabedoria nos dá a direção sobrenatural; 
A Palavra do conhecimento, o esclarecimento sobrenatural; 
e o Dom da fé, a proteção sobrenatural.




O SENHOR RELATOU QUE O DOM DA FÉ É O MAIOR DOS DONS DE PODER.

O dom da fé é a maior manifestação dos três dons de poder: fé, operação de maravilhas e dons de cura. Definitivamente, tal dom coloca em operação os poderes do mundo vindouro, 
unindo anjos e homens no cumprimento do propósito divino.

Por meio desse dom, a violência do fogo foi vencida, e as intensas chamas queimaram apenas os grilhões dos que foram lançados do forno (Dn 3. 25). Homens foram alimentados e sustentados de forma sobrenatural, vivendo e trabalhando em algumas situações por 40 dias, sem comida ou água. Anjos ficaram de guarda para os servos de Deus, protegendo-se das maquinações dos homens e da ferocidade das bestas. Uma calma interior indica a possessão do dom, de forma que um homem condenado à morte pode dormir na véspera do dia decretado para a execução, e outros podem descansar durante intensas tempestades que ameaçam submergir seus navios no mar.

É um dom capaz de expulsar espíritos imundos do corpo dos homens, os quais foram corrompidos em razão da presença maligna e tiveram restringido, em certas ocasiões, o funcionamento natural do órgão da fala. Por outro lado, o dom pode ministrar o Espírito, concedendo a plenitude santa, a qual é a promessa do Pai, enriquecendo a alma e habilitando para o serviço espiritual.

Por esse dom, as bençãos que, milagrosa e permanente, mudam todo o curso da carreira de alguém podem ser pronunciadas. Se a ocasião for apropriada, o servo do Altíssimo pode, de fato, ser transportado, carregado fisicamente pelo imenso poder do Espírito de Deus onde quer que o Senhor escolha.
Necessitamos do Espírito Santo e de Suas manifestações em nosso meio. Oremos para que o Todo-Poderoso seja glorificado em Sua Igreja mediante os dons sagrados que Ele tem concedido tão graciosamente aos Seus filhos.


PRÓXIMO POST:
O DOM DE OPERAÇÕES DE MARAVILHAS
Perguntas e Respostas


x_3cebcff8





  Image and video hosting by TinyPic

19 comentários:

  1. Have a very blessed thanksgiving.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TRADUÇÃO...

      Seja grandemente abençoada.

      Excluir
  2. Crer em Cristo Jesus nosso Salvador,

    Nasceu em nossos Corações o dom da Fé.

    Que a cada dia nos renova a esperança de

    Vida Eterna!

    Lucy Deus abençoe seu dia, com fruto do Espírito!

    ResponderExcluir
  3. Esse dom é mesmo um pilar para conquistas. Afinal, "sem fé é impossível agradar a Deus".

    Ótima quinta para você!

    ResponderExcluir
  4. Passando pra agradecer a visita e a carinhosa mensagem
    e seguindo, é claro.
    Ficaria muito feliz se me seguisse também.
    Deus abençoe, fica na paz
    Sarinha

    ResponderExcluir
  5. Amei suas palavras obrigado pela visita ja seguindo vou ficar muito feliz se vc retribuir bjss

    http://midianmulata.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Hello Lucy, I agree with all you have written here and am thankful that you are reaching out to teach others.. By their fruits we shall know them. Your fruits are from the Holy Spirit of truth and knowledge. God Bless You. Crystal Mary Lindsey

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TRADUÇAO...

      Olá Lucy, eu concordo com tudo que você escreveu aqui e sou grato que você está chegando a ensinar aos outros .. Pelos seus frutos os conhecereis nós. Seus frutos são do Espírito Santo da verdade e do conhecimento. Deus te abençoe. Cristal Mary Lindsey

      Excluir
  7. Oi Lucy, de fato, sem fé é impossível agradar a Deus.
    Jesus Cristo te abençoe!

    ResponderExcluir
  8. Lucy, É verdade Necessitamos do Espírito Santo e de Suas manifestações em nosso meio. Q sempre sintamos sede e fome de Deus afim de podermos ver a sua atuação em nosso meio. bjs querida que Deus continue te abençoando.

    ResponderExcluir
  9. ░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░
    ░░░▄██▄██▄░░▄██▄██▄░░░
    ░░░▀██▄██▀░░▀██▄██▀░░░
    ░░░░░▀█▀░░░░░░▀█▀░░░░░
    ░░░▄░░░░░░░░░░░░░░▄░░░
    ░░░░▀▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▀░░░░

    Vine a visitar tu blog... y a dejarte una sonrisa.

    B E S O S
    K I S S
    P E T O N E T S

    ResponderExcluir
  10. Graça e Paz Lucy,

    Obrigado pela visita e comentário no meu blog, que a força do Senhor seja contigo todos os dias,estou seguindo seu blog.

    Fraternamente,
    Edson Miranda
    http://edsonsmiranda.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Lucy! Muito obrigada por ter comentado no meu blog! Amei o acróstico. Já estou te seguindo!Me siga também! Hoje já fiz outra postagem! Beijos! Deus te abençoe!

    ResponderExcluir
  12. OI LUCY!
    GRATA POR TUA IDA NO "SÓ PRA DIZER".
    GOSTEI DE TEU ACRÓSTICO.
    ESTOU TE SEGUINDO.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  13. Olá Lucy Araújo !!!

    Vim agradecer a visita e a bela mensagem deixada no blog:

    http://soapaixonadosporjesus.blogspot.com/

    Estando aqui neste blog pude perceber que espaço maravilhoso !!! Realmente condiz com o nome: "FRUTO DO ESPÍRITO", porque se sente a presença do Espírito Santo que com certeza tem iluminado todos os que visitam este blog !!!

    De presente te deixo esta pequenina oração:

    "ORAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO"

    oh! meu Espírito Santo,
    Espírito de Luz,
    Espírito de Sabedoria e de Luz,
    De Sabedoria e Verdade.
    Inspirai-me sempre:
    O que devo pensar,
    O que devo dizer,
    Como devo dizê-lo,
    O que calar,
    O que devo escrever,
    E como devo agir
    Para procurar vossa glória
    servindo os meu irmãos.
    Amém.


    ResponderExcluir
  14. Graça e Paz Lucy.

    Obrigado pela visita louvo a Deus pela sua vida.
    Para nós Cristãos, o Salmo 23 é uma declaração de fé e amor ao nosso Bom Pastor Jesus, Ele estará sempre conosco nos abençoando.
    A oração é uma carta para Deus, é o nosso dialogo diário com o Nosso Pastor, com Nosso amigo Espírito Santo, Só Ele nós entende, nós compreende o nosso coração e nossa mente e nos direciona a termos um relacionamento sincero, puro e verdadeiro com o nosso Criador e transbordamos esta alegria na sociedade de sermos imagem e semelhança deste Deus Todo-Poderoso, caímos em pecado, fomos banidos de Sua glória, mais Ele nos resgatou para vivermos em plena comunhão com Ele para todo sempre.

    Deus nós ama incondicionalmente!
    Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  15. Olá, Lucy, a paz de Jesus. Obrigado pela visita. Tudo bem? Vendo o quão rico, evangelizador e substancioso é o seu blog, venho convidar você para ser seguidor(a)do meu, que também é cristão.
    http://lennyjornalistacatolico.blogspot.com.br/

    Vamos crescer a corrente em prol da evangelização e do Reino de Deus. Fique em paz e que Deus abençoe você e sua linda família.

    ResponderExcluir
  16. Olá, Lucy, a paz de Jesus. Obrigado pela visita. Tudo bem? Vendo o quão rico, evangelizador e substancioso é o seu blog, venho convidar você para ser seguidor(a)do meu, que também é cristão.
    http://lennyjornalistacatolico.blogspot.com.br/

    Vamos crescer a corrente em prol da evangelização e do Reino de Deus. Fique em paz e que Deus abençoe você e sua linda família.

    ResponderExcluir

Não serão publicados comentários com os seguintes conteúdos:
- Palavrões;
- Ofensas;
Fique na Paz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...